Trabalhar como data scientist: tarefas, salário, oportunidades e vagas

Trabalhar como data scientist: tarefas, salário, oportunidades e vagas

Afinal, como destacou a professora Alessandra Montini, aquele que domina apenas uma ou duas tecnologias de captura e processamento de dados não é um cientista, e sim um especialista. Para ser classificado como tal, ele precisa ter um conhecimento completo, que envolve desde a captura de dados até a modelagem. Pensar que a ciência de dados se ocupa apenas de números seria um grande equívoco, como acabamos de ver. Por isso, o cientista de dados deve ser alguém capaz não só de ler e interpretar dados, como de comunicá-los com clareza e empatia. Converter os esforços em lidar com o Big Data em resultados tangíveis é, portanto, um dos desafios que os cientistas de dados têm pela frente. Por isso, como falamos antes, o trabalho do cientista de dados não está dissociado do pensamento estratégico de gestão.

A seguir, reunimos os conhecimentos e habilidades mais importantes que você deve saber para entender melhor e começar finalmente seus estudos. Se você deseja seguir essa carreira promissora, é essencial desenvolver habilidades em programação, estatística, machine https://contilnetnoticias.com.br/2023/12/como-escolher-um-bootcamp-de-programacao/ learning e storytelling de dados. É importante ressaltar que a remuneração pode variar de acordo com a experiência, senioridade e localidade do profissional. Portanto, investir em formação e aprimorar habilidades é fundamental para se destacar nesse campo.

O que faz um cientista de dados? Saiba tudo sobre esse profissional!

Sendo assim, um cientista de dados pode tanto realizar todo o processo, incluindo as atribuições dos demais profissionais citados no parágrafo anterior. O desejo de trabalhar como cientista de dados é algo que vem ganhando notoriedade nos últimos anos. Isso reflete no aumento do número de vagas disponíveis no mercado e nos bons salários oferecidos pelas empresas aos profissionais bem capacitados. Em resumo, traduz para o visual os dados coletados através de relatórios assertivos que ajudam na resolução de problemas. Vale ressaltar que para atuar nesse meio é necessário saber de tudo um pouco das fases que envolvem o processamento de dados em informação. Portanto, esse perito deve se manter atualizado o tempo todo com o que acontece no mercado.

Quais são as principais funções de um cientista de dados?

Assim, podes procurar esta formação na modalidade de tecnólogo ou como Licenciatura com cursos de dois a três anos. Assim, será possível antecipar-se à concorrência, resolver problemas de satisfação do cliente ou lançar novos produtos, bem como tantas outras vantagens de negócio. Este profissional terá, portanto, que agregar os dados de forma compreensível para que transmitam informações valiosas. Mas Bootcamp de programação é 1ª escolha para o desenvolvimento de carreira até no desporto, a nível do Scout de futebol, podem dar informações valiosas para tomar decisões. O Cientista de Dados, ou Data Scientist, é o profissional que recolhe, analisa e comunica toneladas de dados que são recolhidos nas mais diversas atividades. A partir daí, ele deve trabalhar para extrair valor desses dados, e o faz gerando vários modelos e comparando-os para chegar a uma solução ótima.

Quais as principais funções de um cientista de dados?

Assim, Data Scientist são cada vez mais procurados por todo o tipo de empresas. A profissão de Cientista de Dados é considerada promissora, pois espera-se que venha a gerar grandes oportunidades num futuro próximo. Já um Cientista de Dados desempenha funções semelhantes ao Analista de Dados, mas tem conhecimentos mais sólidos de Computação e também de Estatística. A sua missão é fazer com que os dados falem por si, tornando os seus padrões acessíveis às pessoas que os vão ler. No Big Data, são processados dados estruturados e não estruturados em um sistema escalável, isto é, em que o número de máquinas aumenta conforme a necessidade.

  • O cientista de dados geralmente tem uma carreira em estatística, matemática, engenharia de sistemas ou outra carreira em TI.
  • Nesse sentido, o cientista de dados desempenha um papel de destaque no setor de Business Intelligence, uma vez que é responsável por fazer com que as informações dialoguem entre si e forneçam insights importantes.
  • Atualmente, as principais empresas que contratam cientistas de dados são as de grande porte, as da área da tecnologia e as startups, uma vez que estas compreendem o valor das informações e trabalham com elas.

Essa exigência elevada contribui para a valorização e escassez de profissionais de Ciência de Dados no mercado atual. Primeiro, eles devem entender os objetivos e requisitos do projeto, bem como identificar as fontes de dados relevantes. Em seguida, eles coletam, limpam e organizam os dados, garantindo que estejam livres de erros e prontos para análise. Experian e as marcas Experian usadas aqui são marcas de serviço ou marcas registradas da Experian Information Solutions, Inc. Serasa Experian é uma Datatech, líder global em soluções de inteligência para análise de riscos e oportunidades com foco nas jornadas de crédito, autenticação e prevenção à fraude.

trabalhar como data scientist

A pessoa cientista de dados também cuida da visualização dos insights encontrados e do compartilhamento desses achados para outras pessoas em uma linguagem compreensível. É dever dessa pessoa cuidar do deploy do modelo ou algoritmo de análise para que ele seja utilizado no dia a dia, como parte de outra aplicação. Digamos que a equipe de vendas precisa de projeção do número de vendas para um determinado momento do ano ou ainda precisa estimar a demanda para alguns produtos. Outros setores podem necessitar de análises de dados que chegam via streaming para decisões em tempo real. Um exemplo, são jornalistas que aprendem a coletar dados de serviços de streaming de música e desenvolvem matérias analisando o consumo musical nacional. Outra possibilidade está presente na reconstituição de eventos onde não há testemunhas humanas, mas registros em máquinas.

  • Em alguns problemas, a modelagem ou a análise com inteligência artificial é o principal objetivo; em outros, é apenas um complemento dispensável.
  • Cientistas de dados devem se deparar com problemas complexos e reais que afetam as pessoas.
  • Na Ciência dos dados, a modelagem de banco de dados, evidentemente, cumpre um papel muito importante.
  • Esse profissional deve ser capaz de pensar criticamente sobre os dados que analisa e fazer perguntas relevantes que o ajudem a encontrar insights importantes para o negócio.
  • Não há uma descrição de funções definitiva quando você pensa sobre a função do cientista de dados, mas sua função principal é analisar e interpretar grandes quantidades de dados.

Contudo, muitos desses dados carregam aspectos da dignidade e dos direitos básicos dos seres humanos. Nesse sentido, o tratamento dos dados deve respeitar essa questão e estar alinhado a esses princípios morais e éticos. Os ciclos agrupam essas tendências em conjuntos de crescimentos e quedas em um dado período. Ao passo que a sazonalidade associa esses fenômenos com o período em que ocorrem, estudando a repetição deles por conta de interferência de outros fatores. Por exemplo, um viés muito alto indica que o modelo não aprendeu e não consegue, portanto, oferecer uma resposta confiável, o que chamamos de underfitting. Uma variância muito alta, por outro lado, indica que o algoritmo está muito adaptado àqueles dados específicos e não apresentará uma boa performance caso os dados mudem.

Share this post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *